O que é Clipagem? Clipping?

O que é Clipagem? Clipping? Diodos?

Por Jorge Lopes

Fala galera, volta e meia quando vou falar sobre as clipagens de algum pedal para alguém eu sinto que a pessoa não sabe exatamente do que eu to falando.

Sabe aquela chavinha no seu pedal de distorção, drive ou fuzz que quando você mexe, ela altera nuances da efeito? Pois bem, essa, muito provavelmente é uma chave que altera a clipagem do pedal.

Boss Keeley modified

Boss DS-1 Modificado pelo Keeley

Em pedais de guitarra, existem três tipos de clipagens mais comuns: Diodos, Leds (Diodos emissores de luz) e com transistores. Os três partem utilizam do mesmo principio, no entanto aproveita-se a queda de tensão diferente de cada um. Ou seja, mesmo usando diodos ou leds, você ainda pode variar alternando entre diodos de Silício ou Germânio ou variando as cores dos Leds.

Vamos a uma rápida explicação técnica: A clipagem acontece quando os picos da onda enviada ao pedal ultrapassam a limitação imposta pelos diodos na seção de clipagem, nesse momento eles cortam a parte da onda que ultrapassa esse valor, ou seja, uma associação em série de diodos aumentaria a tensão suportada antes da clipagem, na maioria dos casos, para pedais, os diodos além de cortar a onda, eles são responsáveis por distorcer o sinal também. Um esquema rápido vocês podem ver no gráfico abaixo

Onda em clippagem

Onda em clippagem

Em pedais onde são usados diodos de Germânio, como no MXR distortion +, vemos que a saída em volume do pedal não é tão grande e isso é, primariamente, devido ao uso desses diodos. Geralmente, diodos de germânio irão clipar qualquer sinal acima dos 250 mV (atentem-se para a não precisão das especificações dos componentes), que não é um valor tão alto. Sendo assim, você conseguirá normalmente um drive moderado, e, como 250mV não são um valor tão alto você, muito provavelmente, não irá saturar o seu valvulado com esse volume de sinal.

Já os diodos de Sílicio costumam clipar qualquer sinal acima de 500 mV, dessa forma, se voltássemos no pedal do parágrafo anterior e trocássemos os diodos de Germânio por diodos de Silício, a primeira diferença que notaríamos seria a diferença de volume, onde, com os diodos de Silício teríamos um volume quase o dobro do que teríamos com diodos de Germânio.

Um fator importante é que esse valor de queda dos diodos pode ser aumentado quando colocamos diodos em série, como foi citado anteriormente. E junto a isso, podemos fazer também a combinação dos dois tipos de diodos no mesmo pedal para termos as duas opções ou, uma opção onde haja a mescla dos dois, o que pode nos dar resultados muito satisfatórios. Essa mescla pode ser conferida no overdrive fabricado pela Fulltone, o Fulldrive.

Então galera, por enquanto é isso. Espero que coloquem todas as suas dúvidas ai nos comentários. Caso tenham sugestões de assuntos para novos tópicos sintam-se a vontade para comentar.

Abraço grande.

Jorge

[1] http://www.youtube.com/watch?v=Z_oVMWpNlVU Fulldrive Review by ProGuitarShop

  • http://pedalmaniacs.wordpress.com mauriccioo

    Bacana !!!! E é um mod muito procurado hoje em dia.

    • Jorge Lopes

      Verdade Mauricio. Inclusive tenho trabalhado fazendo várias modificações para músicos conhecidos e mudanças ou adições de possibilidades relacionadas a clipagem são as mais comuns. Acho que tem uma grande relação com a adição de possibilidades que esse tipo de mudança da. Quase sempre resulta em uma diferença bacana no som. Jorge

  • Bambo Tri

    Provavelmente o wa-wa é o mais votado pelo preço.Escolho o trémulo porque juntamente com o SUPER DELAY o som deve ficar “um arraso”. Componho a minha m´´usica em orgão e guitarra e tb procuro general midi…