Diferenças entre Tremolo e Vibrato.

Você sabe qual é exatamente a diferença entre Tremolo e Vibrato?

Hoje vamos parar para falar um pouco de duas definições que, por décadas, vem sendo frequentemente usadas incorretamente: Tremolo e Vibrato. Depois que você ler esse post eu espero que as suas dúvidas tenham sido sanadas, afinal, esse assunto já ficou tempo demais sendo discutido e questionado incorretamente.

Um pouco da história:

Durante muito tempo, ouvimos, dizemos e argumentamos usando esses dois termos e, por muitas vezes, nos referimos a uma quando na verdade falamos do outro. A razão para essa confusão, muito provavelmente, vem do fato de que, mesmo grandes fabricantes como Fender e Vox, já nomearam incorretamente funções dos seus equipamentos relacionadas a essas duas características.  Vamos a alguns exemplos:
1955 Fender Tremolux Top Panel

Vista de cima de um Fender Tremolux. Note que não há inscrição dizendo que trata-se de um tremolo ou vibrato, a informação viria apenas no material impresso

Por anos e anos temos visto as guitarras Strato serem vendidas e propagandeadas como tendo Ponte Tremolo, quando, na verdade, o efeito causado pela ponte é um Vibrato. Outro exemplo clássico é o “Vibrato” apresentado em alguns amplificadores Vox e da Fender como o ’65 Twin reverb que na verdade tratam-se de um Tremolo já construído dentro do amplificador. Esse tipo de engano ainda é muito comum hoje em dia e por causa disso a dúvida sempre permanece e fica cada vez mais difícil de ser clareada. Mas é importante que saibamos bem essa diferença para não procurarmos por um som achando que é Vibrato quando deveríamos procurar por um tremolo ou vice e versa. Além do mais, os dois efeitos tem características físicas e sonoras bastante diferenciadas o que faz com que, seja impossível usar um no lugar do outro apesar da semelhança entre os dois. Tanto o Tremolo quanto o Vibrato trabalham com princípios de funcionamento diferentes.
Bem, vamos às definições dos dois efeitos para que tudo fique mais claro pra nós:

 

Vibrato:

O vibrato trata-se de um efeito onde o pitch, ou afinação, da nota é alterado com base em um tempo determinado pelo efeito. Por isso podemos afirmar  que o efeito produzido pela alavanca da guitarra é um efeito de vibrato, uma vez que a movimentação provoca a alteração da afinação da corda de acordo com a velocidade (tempo) com que a alavanca e acionada. Por esse mesmo motivo que temos o efeito de vibrato que fazemos com os dedos nas cordas da guitarra, que nada mais é do que alterar a nota em questão.
Esse tipo de efeito é normalmente usado juntamente com um controle de tempo que define a frequência da alteração da nota e um controle de profundidade que define o quão alterada ela será. O resultado é um efeito pulsante onde conseguimos perceber a mudança de afinação da nota conforme o efeito chega aos picos.
Onda vibrato resultante de uma entrada

Na onda de baixo podemos ver o resultado do vibrato aplicado à onda de entrada

Por esses resultados o efeito de vibrato tem sido usado desde sempre como recurso para colorir e adicionar mais dinâmica ao som, seja mecânica e eletronicamente via pedais e amplificadores, seja com os dedos aplicando-se a técnica que é largamente conhecida e utilizada.

 

Tremolo:

 O Tremolo é composto basicamente por alterações de volume na nota reproduzida. Essa alteração é conseguida através de alterações na amplitude da onda de entrada. Novamente essa alteração normalmente é conduzida a partir da frequência que pode ser ajustada conforme o uso. Sendo assim, não ocorre alteração na nota reproduzida, ela apenas fica mais ou menos audível conforme o momento. O Tremolo é um efeito que na maioria dos casos vem acompanhado de dois controles: O de velocidade, que serve para definir qual a frequência com que essas flutuações de volume irão acontecer e outro que é o controle de Profundidade (Depth) que é usado para definir o quão profunda é a mudança de volume.

Em 1955 a Fender lançou o seu primeiro amplificador com efeito embutido, o Tremolux que, corretamente, dizia ter um tremolo embutido e de fato o tinha. O problema é que, no ano seguinte eles lançaram o Vibrolux que propagandeava a presença de um Vibrato o que não era lá muito real. Uma vez que ele tinha o mesmo recurso do seu primo mais velho, um tremolo.

Esse tipo de confusão acompanhou a Fender por vários anos, com vários outros modelos. Se era de propósito ou não, nós não podemos afirmar, afinal, eu nem consigo imaginar qual a vantagem a empresa teria em manter esse engano.
Esse tipo de engano não foi uma fardo apenas para a Fender, outras empresas como a Vox e até mesmo os Marshall também cometeram o mesmo engano. Em praticamente todos os casos você pode simplesmente inverter os termos e saberá do que se trata.
É importante lembrar que, exceto pela Fender, a maioria das outras companhias já corrigiram esse engano e nos produtos fabricados atualmente apresentam a nomenclatura correta.
VOX AC30 - aqui podemos ver que a VOX já tratou de corrigir o antigo engano.

VOX AC30 – aqui podemos ver que a VOX já tratou de corrigir o antigo engano.

Com tanta confusão e divulgações incorretas de empresas tão confiáveis você pode estar confuso até agora. No entanto é só se lembrar dos seguintes detalhes e não se enganará novamente:
Tremolo significa alteração em volume e Vibrato é alteração em afinação.
Bem, por enquanto é só. Espero que tenha clareado um pouco essa velha dúvida para vocês. Comentem e mandem suas opiniões.
Abraços.
Jorge
  • Pingback: VOX AC30 - O clássico timbre britânico | Máquinas de Música

  • Marcio

    Com o pedal wah wah é possivel criar um efeito de tremulo? e o pedal phaser mxr 90 quando esta topada a regulagem produz um efeito que pode se dizer que é tremulo?

    • http://maquinasdemusica.com Jorge Lopes

      Fala Márcio, então, eu não diria que poderia criar um efeito de tremolo pois o Wah basicamente amplifica determinadas frequências do instrumento enquanto o tremolo varia o volume de acordo com o tempo. Deu pra entender melhor? Abraço.

  • Kleber Gomide

    esclarecedor….muito bom…..

    que tal um post sobre WHammy? seria muito bacana…..

    Um Abraço,